segunda-feira, julho 17

EM ANGOLA - DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

Colóquio debate terça-feira crescimento económico do país

Luanda, 16/07 - Um colóquio, sob o tema "Angola e o futuro : em prol de um crescimento económico com justiça social", realiza-se terça-feira, numa promoção do Gabinete de Coordenação de Estudos e Análises do CC do MPLA.

A decorrer no Centro de Convenções de Talatona, o fórum inscreve dois painéis, um consagrado a "reconstrução e desenvolvimento" enquanto o outro é dedicado ao "crescimento com justiça" de Angola, tendo como proposta a abordagem do impacto do investimento privado directo no crescimento económico e a redução do desemprego.

Os prelectores, todos nacionais, dissertarão em sub-temas sobre as premissas para o desenvolvimento sustentável de Angola, o impacto da estabilização macro-económica nas condições de vida dos cidadãos, a eficiência e celeridade da justiça como factor catalizador do desenvolvimento.

Frederico Cardoso, director do Gabinete de Coordenação de Estudos e Análises, no acto de apresentação do colóquio, frisou que este visa identificar os principais indicadores do crescimento económico de Angola, desde 2002, suas tendências futuras, bem como a definição dos sectores ou áreas de actividade que devem ser priorizadas para assegurar a sua sustentabilidade.

Salientou propôr apontarem-se os pressupostos jurídico-legais, fiscais e outros necessários a afirmação e consolidação de uma sociedade virada a maior justiça social, equidade e igualdade de oportunidades, bem como sugerir medidas a tomar e atitudes a assumir nos domínios público e privado, para um contínuo impulso ao crescimento económico sustentável.

O certame é aberto a responsáveis de Empresas Públicas e Privadas, de Igrejas, Universidades, Institutos Superiores, Associações Profissionais, sindicatos, entre representantes de outros extratos sociais.

O Gabinete, adistrito ao Comité Central do partido maioritário, foi criado em 2003, com a finalidade de proceder a análise e estudo permanente da realidade do país e do mundo, com vista a sugerir medidas afins aos órgãos decisórios do MPLA, do qual emana o Governo.


0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial